quarta-feira, 21 de junho de 2017

André Moreira pode ser o mais recente flop do Benfica

Já dizia Vieira em 2008: "Não vai haver mais negociatas no clube", mas talvez este abrir pernas ou pôr-se de 4 do Benfica perante o Atlético de Madrid tenha outro nome.
Se se confirmar a transferência de André Moreira para o Benfica é mais uma prova de um ato de gestão horrível. AM nunca provou nada por onde passou, foi sempre um fiasco, até no Ribeirão. Foi em 2014, pela mão de Jorge Mendes, para o Atlético de Madrid por 350 mil euros e em 3 anos provou zero. Óbvio que ele não pode mostrar uma coisa que não tem: qualidade.
350 mil euros já é um preço demasiado caro para este jogador, quando mais 10 milhões de euros. É um absurdo. É por isso que o Benfica nunca conseguirá diminuir o passivo de forma significativa. Enquanto houver este tipo de negócios é impossível.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Os 8 melhores treinadores em Portugal (2016/2017)

1- Rui Vitória
2- Jorge Jesus
3- Daniel Ramos
4- Pedro Martins
5- Vítor Oliveira
6- Luís Castro
7- Jorge Simão
8- Nuno Manta

Rui Vitória: É consensual, Vitória fez quase tudo bem. De longe o que apresenta mais competências na Primeira Liga. Ganhou 3 títulos.

Jorge Jesus: Uns furos abaixo da época anterior, algo que vem sendo normal no seu percurso como treinador, uma vez que a segunda época por norma corre sempre pior que a primeira. Pecou em vários momentos ao longo da época mas a equipa também não dava para mais.

Daniel Ramos: Excelente época. Já merece outros voos, até um grande em Portugal.

Pedro Martins: Grande trabalho no Vitória de Guimarães, 4º lugar e final da Taça de Portugal.

Vítor Oliveira: Mais um título, mais uma subida. Até parece fácil. Grande trabalho com o Portimonense na Segunda Liga. Agora só falta demonstrar resultados na Primeira.

Luís Castro: Bom trabalho no Rio Ave. Chegou e tudo mudou. Chegou e a equipa começou a jogar futebol.

Jorge Simão: Grande trabalho no D. Chaves mas em Braga as coisas não correram nada bem. Mas o trabalho em Chaves foi soberbo.

Nuno Manta: Bateu todos os recordes no Feirense, com o clube a alcançar a melhor prestação na Primeira Liga. Conquistou 37 pontos em 20 jogos (61,7% dos pontos conquistados). Fantástico.