sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Rafa na Luz no maior negócio de sempre do SC Braga

Ao se confirmar os valores da transferência de Rafa para o Benfica por 15 milhões de euros por 90% do passe mais a cedência de Rui Fonte a título definitivo e o empréstimo de 2 jogadores é um negócio extremamente bom para o Braga, o melhor de sempre. Rafa não vale tanto, nem nada que lhe pareça. Esta transferência será assim a segunda mais cara na história do Benfica e a mais cara de sempre entre clubes portugueses, superando a de João Moutinho.

Dos 3 grandes o Benfica era o que menos precisava de Rafa e não se compreende muito bem a contratação do jogador. Para além disso vai auferir um dos salários mais altos do plantel.

Para o Benfica o ponto mais positivo acaba por ser o enfraquecimento do principal rival, o FC Porto. Qualquer extremo do clube da Luz teria lugar no 11 de Nuno Espírito Santo e o roubo de Rafa ao Dragão rouba também a personalidade e dinâmica que o clube iria ganhar, ficando frágil e desestabilizado.

Outro aspeto a considerar é a saída de um extremo do plantel da Luz, porque não há lugar para todos. Possivelmente Salvio estará de saída da Luz uma vez que os dirigentes do Zenit estão em Lisboa a tentar a sua contratação, com uma proposta inicial de 10 milhões de euros mais o passe de Garay.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Jiménez, Pizzi e Salvio custaram cerca de 50 milhões de euros ao Benfica


Raúl Jiménez (21,8M), Pizzi (14M) e Salvio (13,5M) são as 3 contratações mais caras da história do Benfica (Jiménez a mais cara do futebol português). São jogadores com potencial mas que tiveram sempre um desempenho muito inconstante ao longo do tempo. São jogadores que vieram todos do mesmo clube - Atlético de Madrid. São jogadores que fracassaram e desvalorizaram no  clube espanhol e mesmo assim foram vendidos ao clube da Luz com valorizações superiores a 100%. Ou vem o Tetra e o Penta ou vai haver estrondo.