segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Godinho Lopes pediu para adiar a segunda parte pois só tinham passado 15 minutos da primeira


Ao intervalo do derby, Godinho Lopes terá pedido para adiar a segunda parte para amanhã pois só tinham passado 15 minutos da primeira parte e a equipa estava muito cansada.

«Como é que se pode jogar mais 45 minutos depois de se ter jogado 45 há um quarto de hora!?», interrogava-se, indignado, o presidente do Sporting, junto do delegado da Liga. «Isto é um esforço tremendo para os jogadores! O Carrillo adormeceu a caminho dos balneários...», concluiu.

No entanto, a segunda parte do derby foi mesmo jogada porque o delegado da Liga entendeu que o Benfica teve o mesmo tempo para recuperar. «Mas o Benfica na primeira parte não jogou, esteve só a ver a jogar. Estão fresquinhos», explicou o presidente leonino, mas sem sucesso.

«E chuva? Não vos parece que vai cair uma carga de água? Não é melhor irmos para casa e regressarmos amanhã para jogar a segunda parte?», insistia Godinho Lopes, quando o jogo já ia a meio da segunda parte.

Imprensa Falsa

sábado, 1 de dezembro de 2012

1º trimestre: Benfica com lucro de 24,2M€, Porto com 12,8M€ e Sporting com prejuízo de 7,7M€


O Benfica SAD registou um saldo positivo de 24,2 milhões de euros no primeiro trimestre de 2012/13, o que representa um aumento considerável em relação aos 15,1 milhões registado no mesmo período de 2011/12 – um aumento de 60,8 por cento.

Analisando o comunicado enviado pela SAD à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), vê-se que os resultados positivos se devem, em grande parte, às vendas dos passes de Witsel e Javi Garcia. Sem considerar os resultados de vendas de passes de jogadores, os resultados seriam negativos em 1,8 milhões: 17 milhões de receitas e 18,8 milhões em custos.

Os resultados com transações de passes de atletas ascendem a 30,4 milhões de euros, um crescimento de 127,6 por cento face aos 13,4 milhões do período homólogo.

O ativo cresceu 2,2 por cento face a junho, de 412 para 421 milhões. O passivo desceu 3,5 por cento, de 426 milhões para 411 milhões. Ou seja, o valor do ativo voltou a superar o do passivo.



A SAD do FC Porto apresentou um lucro de 12,8 milhões de euros e capitais próprios positivos, segundo comunicado enviado à CMVM.

Conforme a mesma nota, "os capitais próprios da FC Porto - Futebol, SAD voltaram a ser positivos, atingindo, a nível individual, os 2,256 milhões de euros", o que permite que a sociedade deixe de estar em situação de falência técnica.

Já o resultado líquido consolidado "atinge os 12,821 milhões no primeiro trimestre do exercício 2012/2013 (Julho a Setembro), o que representa um acréscimo de 6,684 milhões relativamente ao período homólogo", segundo o comunicado.

Os resultados operacionais, no trimestre, "ascendem a 15,320 milhões de euros e assentam, essencialmente, nos resultados obtidos com as transações de passes de jogadores", isto é, já refletem as tranches pagas por Hulk (vendido ao Zenit) e Álvaro Pereira (ao Inter de Milão).

O passivo total diminuiu 3,330 milhões, sendo que o passivo remunerado da sociedade diminuiu 14,876 milhões, 15 por cento relativamente a 30 de junho.

São números que surgem após as contas da época anterior (2011/12), as quais apresentaram um prejuízo de 35,7 milhões de euros, após cinco épocas de resultados positivos, mas onde não estavam refletidos os valores relativos às transações dos passes de jogadores, efetuadas depois de 31 de Junho.



A SAD do Sporting registou um prejuízo de 7,7 milhões de euros no exercício do primeiro trimestre da época 2012/13. Os leões justificam o resultado negativo com “a fraca performance desportiva da equipa principal de futebol e da diminuição de receitas de quotizações".

As receitas operacionais, excetuando as referentes a venda de passes de jogadores, baixaram de 11 milhões de euros, em setembro de 2011, para 9,5 milhões, em setembro de 2012. Destaque para a grande descida de receitas de bilheteira, de 2 milhões para 1,4 milhões (menos 31%).

Entre o primeiro trimestre de 2011/12 e o primeiro trimestre de 2012/13, as despesas (excluindo passes de jogadores) aumentaram de 14,8 para 16,4 milhões. Destaque para os custos com pessoal, que subiram de 9 para 10,3 milhões. Uma subida justificada pela SAD com “o atraso, no período de Julho/Agosto, na definição  da situação de alguns jogadores”.


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Os treinadores mais bem pagos do Mundo


1 Carlo Ancelotti (Paris Saint-Germain) 13,5 milhões de euros (brutos)/7,4 milhões de euros (líquidos)
2 José Mourinho (Real Madrid) 15,3 milhões de euros (brutos)/7,3 milhões de euros (líquidos)
3 Fabio Capello (Rússia) 7,8/6,8
4 Marcelo Lippi (Guangzhou) 10/5,5
5 Frank Rijkaard (Arábia Saudita) 5,3/5,3 
6 Alex Ferguson (Manchester United) 9,4/5,2
7 Arsène Wenger (Arsenal) 9,3/5,1
8 Guus Hiddink (Anzhi) 8,3/4,5
9 Paulo Autuori (Catar) 3,6/3,6 
10 Tito Vilanova (Barcelona) 7/3,3
11 José Antonio Camacho (China) 5,9/3,2 
12 Roberto Mancini (Manchester City) 5,9/3,2 
13 Jupp Heynckes (Bayern Munique) 5,2/2,9 
14 Luciano Spaletti (Zenit) 3,3/2,8 
15 André Villas Boas (Tottenham) 4,5/2,5 
16 Abel Braga (Fluminense) 3,5/2,5 
17 Harry Redknapp (Queens Park Rangers) 4/2,2
18 Jorge Jesus (Benfica) 4/2,1 
19 Vanderlei Luxemburgo (Grémio) 3/2,1 
20 Muricy Ramalho (Santos) 3/2,1 
21 Tite (Corinthians) 3/2,1 
22 David Moyes (Everton) 3,6/2 
23 Manuel Pellegrini (Málaga) 3,6/1,7 
24 Antonio Conte (Juventus) 3/1,7 
25 Cesare Prandelli (Itália) 3/1,7 
26 Ottmar Hitzfeld (Suíça) 2,6/1,5 
27 Joachim Low (Alemanha) 2,5/1,3 
28 Martin O`Neil (Sunderland) 2,5/1,3 
29 Roy Hodgson (Inglaterra) 2,5/1,3
30 Marcelo Bielsa (Atlético de Bilbau) 2,5/1,2

José Mourinho é o treinador com ordenado anual bruto mais elevado em todo o Mundo, mas depois de descontados os impostos o técnico português do Real Madrid vê entrar na conta bancária menos dinheiro do que Carlo Ancelotti, que beneficia do regime fiscal mais favorável em França. 

Fonte: Pluri Consultoria

terça-feira, 20 de novembro de 2012

SORTEIO COMPLETO DOS OITAVOS DE FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL 2012/2013


SORTEIO COMPLETO DOS OITAVOS DE FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL

SC Braga-FC Porto

Gil Vicente-Oliveirense

SL Benfica-Aves/Coimbrões/Operário/Caldas a)

Académica-Tourizense

Arouca-Beira-Mar

Lourinhanense-Paços de Ferreira

Marítimo-Vitória de Guimarães

Belenenses-Fabril

a) Aguarda conclusão de processo de averiguações ao Operário por alegada utilização irregular de um jogador frente ao Caldas, na segunda eliminatória.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Sorteio da Taça da Liga


Grupos:

Grupo A: FC Porto, Nacional, V. Setúbal e Estoril

Grupo B: Sp. Braga, V. Guimarães, Beira-Mar e Naval

Grupo C: Sporting, Marítimo, P. Ferreira e Rio Ave

Grupo D: Benfica, Olhanense, Académica e Moreirense

O vencedor do Grupo A joga com o Vencedor do Grupo C e o vencedor do Grupo B com o vencedor do Grupo D nas meias finais.


domingo, 4 de novembro de 2012

Vitória de Setúbal 2 - 1 Sporting CP


Quem vê o Sporting jogar arrisca-se a ver um filme de comédia, um circo e um jogo de matrecos pelo preço de um bilhete de um jogo de futebol.

Quem vê o Sporting arrisca-se a ver o Rui Patrício mais vezes na área adversária que o Wolfswinkel.

Quem vê o Sporting arrisca-se a ganhar o euromilhões antes de uma vitória do Sporting.

O Sporting é como um Hospital, cada um que lá vai leva pontos.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

FC Porto detém apenas 55% do passe de James


JOGADOR - % DO PASSE

Danilo - 100 por cento
Alex Sandro - 100 por cento
Otamendi - 100 por cento
Maicon - 100 por cento
Rolando - 85 por cento
João Moutinho - 85 por cento
Fernando - 80 por cento
Kelvin - 75 por cento
Kléber - 70 por cento
Souza - 70 por cento
Defour - 56,7 por cento
Mangala - 56,7 por cento
James Rodriguez - 55 por cento
Iturbe - 45 por cento

Falcão rendeu apenas 20,1 Milhões de Euros à SAD portista


A análise ao relatório e contas da F.C. Porto SAD permite perceber alguns aspetos curiosos: permite perceber por exemplo quanto se pagou em comissões a empresários, qual foi o saldo da venda de parte dos passes a fundos de investimento ou quais foram as remunerações da administração. 

Antes de mais, Cristián Rodriguez. Numa altura em que já estava afastado do plantel, e naquela que terá sido a última parcela de uma aquisição dividida em várias tranches, o F.C. Porto teve de pagar no período terminado a 30 de Junho de 2012 ainda 2,52 milhões de euros à Play International BV.

Mas há mais: a renovação e posterior venda de Falcao ao At. Madrid, por exemplo, custou mais de 6,8 milhões de euros em comissões a empresários, divididos entre três agências. O colombiano, já se sabia, foi vendido por 40 milhões de euros, dos quais apenas 20,1 entraram nos cofres portistas.

Refira-se já agora que o F.C. Porto contratualizou um total de 18 milhões de euros de pagamento a empresários, divididos entre 11,09 milhões de euros de comissões relativas a contratações e renegociações de contratos e 6,84 milhões de euros com comissões relativas à vendas de atletas.

Para além de Falcao, destacam-se na rubrica referente a pagamentos de comissões a empresários os gastos com as contratações de Danilo (4,83 milhões de euros), Defour (1,85 milhões), Mangala (1,02 milhões), Alex Sandro (700 mil euros), Kléber (665 mil) e Marc Janko (271 mil euros).

Por falar em contratações, importa dizer que o F.C. Porto contratualizou na última época aquisições que perfazem um total de 56,7 milhões de euros, sendo que este valor é total: inclui a soma do valor de aquisição do passe, o prémio de assinatura e o pagamento de comissões a empresários.

Danilo, já se sabia, foi o mais caro: 17,8 milhões de euros no total por cem por cento do passe. Segue-se Alex Sandro (10,3 milhões por cem por cento do passe), Defour (7,8 milhões por 90 por cento), Mangala (7,5 milhões por 90 por cento) e Kléber (4,2 milhões por 70 por cento do passe).

João Moutinho, Fucile e... Vieirinha

João Moutinho rendeu na última época uma perda de 1,52 milhões de euros: o clube vendeu 37,5 por cento do passe a um fundo de investimento por 4,12 milhões de euros, tendo adquirido depois 22,5 por cento por um montante que percentualmente representou uma perda de 1,52 milhões.

O mesmo se passou, de resto, com Fucile. O F.C. Porto vendeu 25 por cento do passe ao Soccer Invest Fund, detido pela empresa MNF Gestão de Activos, por 500 mil euros, tendo posteriormente comprado 20 por cento da parcela do passe anteriormente vendida por um milhão de euros.

Em contrapartida, Vieirinha em garante rendimentos ao F.C. Porto. O extremo vendido ao PAOK garantiu durante o exercício finalizado em 30 de Junho um valor superior a um milhão de euros, relativo à venda ao Wolfsburgo de 35 por cento do passe que a SAD portista ainda detinha do atleta.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A Gestão de Pinto da Costa não é má... é muito má.


A SAD portista comunicou à CMVM um prejuízo de 35,734 milhões de euros nas contas consolidadas de 2011/12. Os resultados ainda não englobam as transferências de Alvaro Pereira para o Inter por 10 milhões de euros e de Hulk rumo ao Zenit por 40 milhões, "concretizadas após o fecho do exercício".

O passivo global, situado nos 223,3 milhões de euros, "aumenta 21,326 milhões com maior peso na componente corrente", segundo o comunicado da entidade portista, no qual se acrescenta que "o Conselho de Administração está a estudar a realização de uma operação financeira para a reestruturação desse passivo de forma a assentar uma parte significativa da sua dívida no longo prazo".

Os capitais próprios são negativos (10,150 milhões a 30 de Junho), embora a SAD antecipe apresentar de novo capitais positivos "no final do primeiro trimestre de 2012/13".

Com cash-flow operacional positivo (12,223 milhões, algo que "permite à sociedade capacidade de auto-financiamento"), a SAD regista diminuição de proveitos operacionais em 17,630 milhões, excluindo proveitos de transacções de passes de jogadores, e explica a situação: "No exercício anterior foi aqui incluído o valor da resolução sem justa causa do contrato de trabalho do treinador André Villas-Boas, no valor de 15 milhões."

Mesmo assim, o documento salienta que "a sociedade continua dentro do valor recomendado pela UEFA (70%) para o rácio salários vs proveitos operacionais excluindo resultados com passes de jogadores".

O activo total líquido "diminui 14,596 milhões" em relação ao exercício anterior, enquanto o crescimento do valor líquido contabilístico do plantel se situa nos 9,481 milhões. Pela primeira vez, "desde 2005/06", há "resultados relacionados com passes de jogadores negativos". Porquê? "Devido ao aumento das amortizações e perdas de imparidade e à diminuição dos resultados com transacções de passes de jogadores." Deste modo, os resultados financeiros "agravam-se em 2,767 milhões, decorrentes de maiores taxas de financiamento bancário".

Em simultâneo, a SAD regista diminuição nos custos com pessoal - passa de 50,065 milhões para 49,595 milhões -, na receita de bilheteira (de 11,643 milhões em 2010/11 para 10,631 milhões em 2011/12), nas provas da UEFA (de 18,349 milhões para 14,199 milhões), no merchandising (de 3,219 milhões para 3,166 milhões) e nas receitas de publicidade e sponsorização (de 14,345 milhões para 13,242 milhões).

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Algo vai muito mal no Benfica, mas soluções nem vê-las...


Bruno Carvalho não tem categoria mínima para algum dia ser presidente de qualquer que seja, muito menos presidente do Benfica, mas que na Assembleia Geral falou bem, lá isso falou... No entanto, quem critica não apresenta soluções... Bruno Carvalho é um "fala barato" e para "fala barato" basta Luís Filipe Vieira. Deitar abaixo é fácil, (re)construir é que é difícil e eu não vejo ninguém com vontade para tal.
Aqui fica a intervenção de Bruno Carvalho:

"Para aqueles que dizem que eu não falei ontem na Assembleia Geral do Benfica, fica aqui a minha intervenção:

- Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Geral
- Exmo. Senhor Presidente da Direcção
- Caros consócio

Começo por fazer um agradecimento ao actual Presidente do Benfica, e ao seu antecessor e ao Sr. Mário Dias.

Os senhores enriquecerem o património do Benfica!

O Benfica tem hoje um estádio moderno e confortável.

O Benfica tem um excelente centro de estágios.

E o Benfica está a uns dias de inaugurar um museu que seguramente a todos nos orgulhará!

Devo até dizer-lhe que muitas dessa operações de financiamento estavam até muito bem pensadas.

Se tudo corresse como o previsto, o “project finance” do estádio previa que este estaria pago em 2012 e o centro de estágios era pago pelo naming da CGD.

No entanto, algures no percurso algo começou a correr mal.

Algo começou a correr demasiado mal.

O estádio em vez de estar pago em 2012 passou para 2024!

O dinheiro começou a ser desviado para outras coisas. 

Para salários milionários, para comprar jogadores que nunca jogaram um só jogo oficial pelo Benfica.

É claro que o passivo não pára de aumentar!

A mania das grandezas, a megalomania tomou conta desta Direcção.

Os custos dispararam.

Hoje o Benfica tem tudo aquilo de que eu falei, mas só há um problema: nada está pago!

Depois de termos conhecido as contas consolidadas da SAD e depois de conhecermos as contas do Clube, apenas posso dizer uma coisa ao actual Presidente do Benfica: o senhor levou o Benfica a uma situação de falência técnica.

Não me venham falar nas vendas de Javi Garcia e de Witsel, uma vez que nas contas também não estão reflectidas as compras e outros gastos avultados. 

Mas uma coisa é certa, e ninguém o pode negar, nestas contas já estão as vendas do Ramires, do David Luís, do Di Maria, do Fábio Coentrão. 
A manter-se o ciclo dos últimos anos, no próximo ano o passivo crescerá e já estarão contabilizadas as vendas do Javi e do Witsel, mas dir-nos-ão que não estarão as vendas de outros jogadores quaisquer que obrigatoriamente o Benfica terá que vender porque o desespero assim o obrigará. 

E tudo isto para quê?

O Benfica está em falência técnica para quê?

Para perdermos 7 campeonatos em 9 anos?

É certo que o Benfica construiu um estádio, um centro de estágios, um museu... mas não pagou nada.

É como o país que andou a construir auto-estradas, mas não estão pagas. Até queríamos construir um aeroporto e um TGV. 

Mandar fazer não é a parte difícil.

A parte difícil é pagar.

Temos que ser nós todos a pagar essas coisas agora com os nossos impostos, com os nossos salários, com os nossos subsídios ou até com as nossas pensões.

O responsável por todo esse desvario foi viver para Paris.

No Benfica também nada está pago.

Também já tivemos um ex-Presidente que fugiu para Londres. Espero que essa situação nunca mais se repita no Benfica!

Mas afinal qual é o rumo do Benfica?

É que temos um Presidente que um dia diz que vamos ter um plantel que fará inveja à Europa e passados poucos dias diz que temos que vender jogadores.

Temos um presidente que luta contra o apito dourado e depois apoia o Administrador da SAD do Porto, o Dr. Fernando Gomes para Presidente da FPF.

Temos um Presidente que no sábado está bom para inaugurar casas do Benfica, mas no domingo já está doente para ir a um jogo em que ainda por cima, segundo o Dr. Rui Gomes da Silva, já estava avisado que íamos ser roubados.

Mas centremo-nos, então, nas contas.

No Clube o passivo são 113 milhões e as dívidas ou responsabilidades são quase 100 milhões de euros maiores do que o seu Activo que é apenas de 15.8 milhões de euros, está com sérios problemas!

A SAD tem um passivo de 426 milhões, mais 46 milhões do que no ano passado, e está em falência técnica, as dívidas são superiores aos bens possuídos, com a agravante que o passivo é todo para pagar e muito do activo não pode ser vendido sob pena de o Benfica acabar.

Esta situação é insustentável e conduzirá a um único caminho possível se não for contrariada: ao fim do Benfica enquanto um clube que pertence aos seus sócios, senão mesmo ao seu fim.

Todos os anos o Benfica vê o seu passivo crescer, ou seja, as suas dívidas a aumentarem.

O que acontecerá no dia em que os nossos credores disserem que não nos emprestam mais?

Esse dia não está longe!

É preciso pôr fim a uma gestão megalómana e irresponsável.

É preciso salvar o Benfica enquanto é tempo.

É preciso chumbar estas contas!

É que se não fizermos nada o actual Presidente do Benfica arrisca-se a entrar para a história como o último presidente do Sport Lisboa e Benfica!

Eu não vou permitir isso!

Custe o que custar!

Viva o Benfica!"

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Benfica: protestation des fans face au Barça


Protesto benfiquista já chegou a França.
Segundo o Maxifoot:
"Les supporters de Benfica n'ont pas digéré l'arbitrage lors du nul concédé face à l'Academica de Coimbra (2-2) dimanche dernier en championnat. S'estimant lésés et victimes de corruption depuis plusieurs années, avec notamment l'affaire du "sifflet doré", les fans des Aigles ont décidé de manifester leur mécontentement contre le FC Barcelone en Ligue des Champions, le 2 octobre prochain.
Les supporters seront donc habillés en noir pour cette rencontre, couleur de deuil et de lutte au Portugal."

FC Porto adulterou também a data da sua fundação?

Hoje, 27 de Setembro de 2012, veio a público que Antero Henrique, dirigente da SAD portista, disse ao Conselho de Arbitragem não querer Duarte Gomes e Bruno Paixão a dirigir jogos do clube. Mas isto ainda continua? Reuniões secretas? Porquê que só o FC Porto é que pode escolher os árbitros? Porquê que elementos do Conselho de Arbitragem (presidente Vítor Pereira, vice-presidente Antonino Silva e vogal Lucílio Baptista) se reúnem às escondidas com dirigentes do FC Porto? É por estas e por outras que o FC Porto tem a fama que tem.

Amanhã, 28 de Setembro de 2012, supostamente o FC Porto comemora 119 anos. Supostamente porque até a data de fundação pode ter sido adulterada.

Segue uma prova de que a data de fundação do FC Porto não é 1893, como o FC Porto proclama, mas sim 1906. Quando o Boavista completou 73 anos de vida, o FC Porto completou 70... O Boavista foi fundado em 1903. Logo, o FC Porto foi fundado em 1906. Fonte? O então reputadíssimo Jornal de Notícias...






Há quem defenda que António Nicolau de Almeida foi o pai do nascimento, mas o FC Porto «invernou» até que, em 1906, José Monteiro da Costa o despertou.
O FC Porto nasceu em 28 de Setembro de 1893. Não oficialmente, porque só em 1906 elaborou os seus estatutos e formou-se como sociedade desportiva devidamente constituída. Mas antes, em 1893, é possível encontrar referências a um Football Club do Porto, que era dirigido por António Nicolau de Almeida, que terá sido a semente do clube «refundado» por José Monteiro da Costa, este sim devidamente constituído, berço do FC Porto que hoje se conhece.

Por outras palavras:
Ano 1893 - fundação do FC Porto (não oficialmente)
Ano 1906 - reactivação do FC Porto como sociedade desportiva.

Qual o motivo pelo qual as gentes do FCP demoraram tantos anos a descobrir o facto "1893"?





quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Estádio da Luz espera a maior manifestação de sempre no dia 2 de Outubro frente ao Barcelona


A maior manifestação de sempre no Estádio da Luz está prestes a acontecer. A arbitragem desastrosa de Xistra no jogo entre a Académica e o Benfica foi a gota de água para os adeptos benfiquistas. As redes sociais não falam de outra coisa: manifestação no dia 2 de Outubro durante o jogo frente ao Barcelona para a Liga dos Campeões. Por ser um jogo desta dimensão o impacto da mensagem terá maior projecção e irá correr os 4 cantos do mundo. Cartazes em várias línguas vão ser levados para o Estádio em sinal de protesto. Alguns já andam a ser ensaiados nas diferentes redes sociais e pode ler-se o seguinte: 

“Em Portugal manda o Porto e manda a Troika”
“Vou de luto ao Barça porque o «frutabol portoguês» é uma farsa!”
“Football Truth in Portugal is Dead! Assassin FC Porto”
“Football is dominated by corruption in Portugal. Please Help”


O Benfica tem sido uma vítima constante, no que toca à arbitragem, ao longo das últimas 2 décadas, principalmente, e os adeptos encarnados decidiram dizer BASTA a tamanha injustiça, em que são sempre os mesmos a serem prejudicados e sempre os mesmos a serem beneficiados.

De salientar ainda que em Espanha já tomaram conhecimento do que vai acontecer e vários “media” já fizeram referência a tal.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Benfica tem capitais próprios negativos superiores a 100 Milhões de Euros

Resultados do Grupo Sport Lisboa e Benfica:

RESULTADOS LÍQUIDOS
SAD: -11.7 milhões de euros
Clube: -12.9 milhões de euros
RESULTADOS LÍQUIDOS TOTAIS SLB: -24.6 milhões de euros

ACTIVO:
SAD: 411.9 milhões de euros
Clube: 15.8 milhões de euros
ACTIVO TOTAL SLB: 427.7 milhões de euros

PASSIVO:
SAD: 426.1 milhões de euros
Clube: 113.4 milhões de euros
PASSIVO TOTAL SLB: 539.5 milhões de euros

SITUAÇÃO LÍQUIDA (CAPITAIS PRÓPRIOS)
SAD: -14.2 milhões de euros
Clube: -97.6 milhões de euros
CAPITAIS PRÓPRIOS TOTAIS SLB: - 111.8 milhões de euros

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

O que faz o Porto ao dinheiro que recebe pelas transferências?


O que faz o Porto ao dinheiro que recebe pelas transferências? Esta é a pergunta que toca na ferida.
A transferência de Hulk foi uma das maiores transferências de sempre, ou pelo menos parece ser, pois os negócios do Porto são sempre ofuscados e falam uns de cada maneira. De qualquer das maneiras sendo por 60M ou por 40M (como afirma o Zenit) não deixa de ser uma transferência por valores avultados. Quero é ver a CMVM a pronunciar-se, pois se a uns pede “esclarecimentos extra” quando não há nada a esclarecer, a outros nada pede quando à muita coisa escondida. 

Nos últimos 10 anos o Porto fez vendas em jogadores de aproximadamente 500 Milhões de Euros, foi várias vezes campeão nacional e triunfou nas maiores provas da Europa. O Porto faturou milhões (muitos milhões) com os direitos  televisivos, venda de bilhetes e lugares anuais, publicidade e merchandising e amealhou muitos milhões com sucessivas qualificações para a “Champions League”. No entanto, o Porto apresenta um passivo superior a 200 milhões de euros. Será isto um acto de boa gestão? Afinal aquela boa gestão que é trespassada à opinião pública não passa de aldrabice ao mais alto nível. Por isso é que o Porto não é capaz de apresentar contas equilibradas. Por isso é que há ordenados em atraso. Por isso é que basquetebol profissional foi para as couves e as modalidades estão a ser constantemente reduzidas.

A cegueira branca há muito que atingiu os adeptos portistas e tudo o que Pinto da Costa diz é, para eles, algo inquestionável. Se o Sporting está em falência técnica recebendo meia dúzia de tostões a cada ano que passa, onde estará o Porto quando o petróleo acabar? Afinal parece que o Porto é visto como um meio de encher os bolsos a muita gente. E afinal parece que ser árbitro e menina da má vida dá dinheiro, muito dinheiro.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

WITSEL: O melhor negócio de sempre do futebol português


A venda de Witsel ao Zenit é o melhor negócio de sempre do futebol português.

O belga esteve apenas um ano na Luz. Custou 6,5 milhões euros, valor pago em julho de 2011 ao Standard Liège. A valorização é extraordinária, sera impossível conseguir melhor. Em apenas 1 ano o Benfica foi buscar mais de 6 vezes mais aquilo que investiu (valorização superior a 500%).

Compreende-se que a venda, fantástica do ponto de vista financeiro, tenha custado muito a Luís Filipe Vieira e ainda mais a Jorge Jesus. Desportivamente, o Benfica deverá ter ficado bem mais fraco e sobretudo com muito por resolver. Os próximos testes serão um teste interessante ao treinador.

Os cerca de 60 milhões encaixados por Benfica e F.C. Porto são atos de gestão necessários, prudentes e provavelmente irrepetíveis nos próximos tempos, face ao que é o mercado hoje em dia.

Os dirigentes dos dois clubes foram responsáveis. «Compraram» desafios novos para os treinadores, mas asseguraram tranquilidade financeira para o resto da temporada. E isso também «joga».

Benfica tentou aumentar o ordenado de Witsel mas o jogador não quis

Rui Gomes da Silva: «Benfica foi obrigado a vender, Witsel quis sair»
Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica, comentou já a transferência de Axel Witsel para o Zenit. O dirigente encarnado assume que o Benfica «foi obrigado a vender o jogador».

«O Zenit pagou 40 milhões líquidos em termos imediatos. O Benfica não vendeu nem negociou um jogador», explicou.

O membro da estrutura de Luís Filipe Vieira deixou ainda uma novidade no negócio de Witsel. Gomes da Silva destacou que «ao saber do interesse do Zenit, o Benfica tentou aumentar o ordenado de Witsel».

«O Zenit paga a cláusula de solidariedade e mesmo assim, o Benfica tentou aumentar o ordenado de Witsel mas o jogador não quis», revelou.

A comentar o negócio de Witsel, o dirigente encarnado aproveitou para comparar com a venda de Hulk.

«Acho que o FC Porto fica mais fraco sem o Hulk. Mas eu iria por outro caminho. A CMVM é tão rápida em pedir contratos do Benfica e em multar o Benfica. O Zenit anunciou a contratação às 19h. O FC Porto revelou a transferência quatro horas depois. Na mudança de Witsel, o Benfica foi mais rápido a cumprir as suas obrigações», defendeu também o dirigente, em declarações na SIC Notícias.

Ainda sobre Hulk, Gomes da Silva diz que se fez «um negócio por 40 milhões de euros, quando um responsável do FC Porto disse recusar 50 milhões».

Hulk já é jogador do Zenit (oficial)

Hulk is a Zenit player!
Brazilian national team forward Givanildo Vieira de Souza, nicknamed Hulk, will be continuing his career in St. Petersburg. Zenit signed Hulk to a 5 year contract. Hulk will play for Zenit as number 29. 

Assim anuncia o Zenit na sua página oficial do Facebook.

Esta será a maior transferência de sempre do futebol português e a maior neste defeso a nível europeu. Segundo Teodoro Fonseca, um dos empresários de Hulk, citado pela Agência Lusa, os portistas recebem 40 milhões de euros (ME), por 85 por cento do passe do avançado, enquanto o montante restante é distribuído pelo fundo que detinha 15 por cento (nove ME) dos direitos desportivos, pela comissão de 10 por cento por intermediação (seis ME) e pelo fundo de solidariedade, equivalente a cinco por cento do valor global (três ME).

Segundo a mesma fonte, dos 60 milhões são, também, retirados valores de prémios desportivos a receber pelo jogador e pelo agente, uma verba a rondar os dois milhões de euros.

Witsel no Zenit por 40 Milhões de Euros

Witsel já é jogador do Zenit. Clube russo bateu a cláusula de rescisão de 40 milhões de euros. O futebolista foi dispensado do treino que a sua seleção estava a realizar com vista ao embate de sexta-feira com o País de Gales, referente à qualificação europeia para o Mundial de 2014.

Lukaku, companheiro de seleção de Witsel, chegou a endereçar os parabéns a Witsel pela transferência, através do twitter, mas a mensagem, entretanto, foi apagada.

A Federação Belga confirma a ausência de Witsel da sessão de treino, mas não avança com qualquer explicação para o facto.

Nos últimos dias, Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, confirmou a existência de várias propostas por algumas das jóias encarnadas e adiantou que, caso alguém cobrisse as cláusulas de rescisão, o clube pouco poderia fazer para segurar os futebolistas em causa.

O selecionador belga, Marc Wilmots, também já confirmou que o médio Axel Witsel, do Benfica, foi autorizado a apresentar-se mais tarde na concentração para tratar de uma eventual transferência para o Zenit S. Petersburgo. «Ele está em reuniões com dirigentes do Zenit, contamos que venha juntar-se a nós no hotel, ainda esta noite, quer a transferência fique fechada, quer não fique».

Witsel vai ser anunciado nas próximas horas como reforço do Zenit e ainda hoje será inscrito na UEFA para jogar a Liga dos Campeões.

O meio campo do Benfica fica assim completamente dizimado. Depois de perder Javi, a "facada Witsel" pode ditar o adeus a mais um campeonato. Claramente o jogador mais bem cotado na Luz, Witsel irá deixar saudades.
Witsel, o eterno 28

Benfica 3 - 0 Nacional :: Entraram a dormir e saíram de rolo compressor


O Benfica apresentou dois tipos de jogos, o da 1ª parte e o da 2ª parte. A primeira parte foi uma autêntica vergonha e todos lamentavam por Javi García. JJ optou por colocar Witsel a médio defensivo e Carlos Martins mais adiantado o que eu não condeno, até porque Carlos Martins precisava de ser titular e sentir que era útil na equipa. Mas o que se viu na 1ª parte foi um autêntico desastre. O interior do meio campo estava completamente entregue a Witsel (mais parecia que estavam a jogar ao meio). Não havia fio de jogo. Eram bolas bombeadas a torto e a direito para a frente por Luisão (a maioria disparatadas). Até Maxi não parecia o mesmo. Melgarejo errava no passe nos momentos defensivos e punha a equipa à rasca. Contudo, jogou mais seguro nos cortes. E o Witsel fazia o trabalho de 2 mas o trabalho de 3 já era difícil. Witsel deu aquilo que Javi dava e até mais, mas ao dar atrás não podia dar mais à frente. E Witsel mais adiantado pode dar muito mais que na posição 6. O Nacional estava a fazer o seu jogo e criou algumas oportunidades para marcar. Perto do fim da primeira parte o azarado Carlos Martins lesionou-se e deu lugar a Matic. O nulo ao intervalo não espelhava o que se tinha passado ao longo dos primeiros 45 minutos e o Nacional merecia estar na frente do marcador.

A 2ª parte foi a oposta da 1ª. Luisão deixou a bazuca no balneário e parou com a brincadeira de pontapear à sorte. Maxi veio mais à Maxi e com Matic a equipa pôde vislumbrar-se com a magia de Witsel em terrenos mais adiantados. O Benfica entrou muito forte e sufocou a equipa madeirense. Em 5 minutos o Benfica marcou 2 golos. O 1º numa bela jogada ofensiva do Benfica, com um grande passe de Melgarejo para Salvio, este entregou para Maxi Pereira e o lateral tirou Vladan do caminho, cruzou largo e Cardozo de cabeça, fez o primeiro para o Benfica aos 51 minutos. O 2º surgiu numa grande jogada de Salvio. O extremo bailou autenticamente entre Marçal e Candeias, cruzou largo e Rodrigo, sem dificuldade, cabeceou para o fundo da baliza aos 56 minutos.
Nesta altura e face à qualidade de jogo da equipa da Luz, o Benfica tinha o jogo na mão.
Os impulsos do argentino Salvio levavam a equipa para a frente. O belga Witsel jogou fiel à sua identidade (uma máquina). Nolito não trouxe nada ao jogo.
Perto do final (89 minutos) Cardozo a passe de Aimar fixou o resultado final bisando na partida.
Aimar tem sido um jogador pouco utilizado. Em 3 jogos na liga fez pouco mais de 40 minutos mas já leva 3 assistências.

O Benfica saiu um justo vencedor graças ao rolo compressor da 2ª parte. Destaque para jogadores como Witsel e Salvio que foram os jogadores “mais” desta equipa.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Savic no Benfica no negócio Javi García?

O negócio de Javi García para o Manchester City está praticamente fechado mas surge agora um novo nome associado ao negócio. Em Inglaterra fala-se que o passe do defesa central montenegrino, Stefan Savic, poderá estar incluído no negócio. 
Savic tem 21 anos e está avaliado em 8 milhões de euros.
A confirmar-se este cenário será um negócio idêntico ao de David Luiz para o Chelsea que trouxe Matic para o clube da Luz.

No entanto, no twitter da FIFA fala-se que o negócio está fechado por 24 milhões de libras (30 milhões de euros - valor da clausula). A imprensa portuguesa fala num negócio à volta dos 25 milhões de euros.

Sp. Braga, Porto e Benfica: o que ditou o sorteio da Liga dos Campeões?


Grupo A:

FC PORTO (POR); Dínamo Kiev (UCR); PSG (FRA); Dínamo Zagreb (CRO)

Grupo B:

Arsenal (ING); Schalke 04 (ALE); Olympiakos (GRE); Montpellier (FRA)

Grupo C:

AC Milan (ITA); Zenit (RUS); Anderlecht (BEL); Málaga (ESP)

Grupo D:

Real Madrid (ESP); Manchester City (ING); Ajax (HOL); Borussia Dortmund (ALE)

Grupo E:

Chelsea (ING); Shakhtar Donetsk (UCR); Juventus (ITA); Nordsjaelland (DIN)

Grupo F:

Bayern Munique (ALE); Valência (ESP); Lille (FRA); BATE (BIE)

Grupo G:

Barcelona (ESP); BENFICA (POR); Spartak Moscovo (RUS); Celtic (ESC)

Grupo H:

Manchester United (ING); SC BRAGA (POR); Galatasaray (TUR); Cluj (ROM)


O Porto está num grupo acessível para passar. Dínamo Kiev (UCR) e Dínamo Zagreb (CRO) parecem ser presas fáceis para o campeão nacional. No entanto, a equipa de Miguel Veloso tem mais probabilidade que a equipa de Tonel para fazer uma gracinha e imitar o Apoel do ano passado. O PSG (FRA) é uma equipa que tem investido muito e que em termos individuais tem muitas mais-valias mas em termos de equipa ainda não está no ponto de se apresentar como um tubarão europeu.

O Benfica está no grupo mais difícil dos 3 portugueses. Tem a melhor equipa do mundo, uma deslocação complicadíssima à Rússia (mais pelas temperaturas que pela qualidade do adversário) e um Celtic que na maioria dos países estrangeiros é visto como o candidato a passar o grupo juntamente com o Barça. Contudo, o Benfica tem capacidade mais que suficiente para se apurar para os oitavos de final da competição.

O Sp. de Braga é na minha opinião a equipa que mais futebol demonstrou no campeonato português até ao momento. E uma equipa que se debateu da forma como todos viram contra a Udinese também tem valor para bater o pé ao Galatasaray. O Cluj deverá em condições normais ficar em 4º lugar no grupo. O Manchester United apesar do pouco futebol que demonstrou no último ano tem a obrigação de ficar em 1º no grupo.

De uma maneira geral penso que todos estão à espera que o Porto passe à próxima fase sem dificuldades e que o Benfica e o Sp. Braga tenham uma missão muito difícil para se apurar para a fase seguinte. No entanto, penso que o Porto irá ter mais dificuldade do que se pensa e que o Benfica e o Braga passarão aos oitavos de final com um futebol vistoso e capaz de surpreender muitos por essa Europa fora.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Os valores monetários da 74ª Volta a Portugal em bicicleta


As proporções não enganam e ganhar a 74.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta vale “apenas” o dobro daquilo do que rende um triunfo numa etapa na Volta a França.
Não é por acaso que a lista de inscritos da prova portuguesa é composta por equipas praticamente desconhecidas do mais fiel seguidor da modalidade. Os motivos podem ser mais do que muitos – o escalão mais baixo da competição nacional ou a simultaneidade com a “grande” Volta a Espanha –, mas o valor dos prémios distribuídos não será indiferente aos ciclistas.
Se o vencedor final da corrida rainha do panorama português será recompensado com um cheque de 16.045 euros por quase duas semanas de esforço, o primeiro a cortar a meta em qualquer etapa da Volta a França amealha oito mil euros.
As diferenças não se esgotam aí: a organização da Volta a Portugal vai distribuir na 74.ª edição 124.954,500 euros em prémios, ou seja, 3,66 por cento daquilo que a Volta a França atribuiu este ano (3.414.246 euros).
Só o vencedor, o britânico Bradley Wiggins, levou para casa quase quatro vezes mais do que o total distribuído em Portugal – os prémios na Volta a Portugal equivalem a 27,77 por cento dos 450.000 euros que o líder da Sky ganhou na maior prova de ciclismo do Mundo.
Na edição deste ano da prova portuguesa, o prémio máximo que um corredor pode somar individualmente são 51.135 euros.
E, para isso, teria de cumprir uma missão quase impossível: vencer o prólogo e as 10 etapas, ganhar o prémio da montanha e a classificação por pontos. Este montante poderia ter um acréscimo de 1.500 euros, até aos 52.635 euros, se o ciclista tivesse idade discutir o prémio da juventude.
O segundo lugar na Volta a Portugal “dá” um prémio de 8.104 euros, mais de o dobro do que é atribuído ao terceiro (3.985 euros). E a modéstia continua nos restantes lugares “premiados”, com os valores a variarem entre os 2.017,500 euros para o quarto classificado e os 399 para os ciclistas que concluam a prova entre o décimo e o 20.º lugar.
Cada triunfo numa das 10 etapas em linha vale 3.060 euros, com as “bonificações” a variarem entre os 1.548 euros do segundo classificado e os 76 euros do 20.º.
O primeiro camisola amarela, que foi encontrado no prólogo em Fafe (Rinardt Van Rensburg), faturou 1.490 euros, seguindo-se remunerações gradualmente inferiores para os 19 corredores seguintes, até 38 euros.
As classificações secundárias - pontos, montanha e juventude - garantem, cada uma, 1.500 euros ao vencedor, enquanto as classificações por equipas, tanto para a vencedora das tiradas, como para as três primeiras no final, são reconhecidas com troféus.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Entrevista exclusiva a Cândido Barbosa

Entrevista a Cândido Barbosa em exclusivo para o blogue 11 Contra Onze


O 11 Contra Onze entrou em contacto com Cândido Barbosa, o qual se disponibilizou a responder a algumas perguntas. Com o decorrer da 74ª Volta a Portugal e sendo CB Embaixador da Liberty Seguros o tempo por esta altura torna-se escasso. Por isso o 11CO agradece desde já todo o tempo dispensado por CB para tal.


Apelidado de "Foguete de Rebordosa" e conhecido também como o ciclista do povo, CB uniu durante anos ao ecrã da televisão milhares de portugueses a torcerem por si. Levou outros milhares para as ruas com mensagens de apoio e carinho. Levava um povo à explosão com vitória em etapas. E foram muitas. Somou mais de uma centena de vitórias ao longo da sua carreira. 


A 29 de Junho de 2011 o ciclismo ficou mais pobre com o final da sua carreira de profissional devido a problemas físicos.


11 Contra Onze: O nome Cândido Barbosa tornou-se um nome incontornável no ciclismo português. Conseguiu dois segundos lugares (2005 e 2007) e um terceiro em 2006 na geral da Volta a Portugal mas nunca conseguiu vencer uma Volta a Portugal. Acha que ao fim de tantos anos de carreira esse é o sabor amargo que fica?

Cândido Barbosa: Sem dúvida que se tivesse conseguido uma vitória na geral da Volta a Portugal, estaria muito mais satisfeito, no entanto não fico com um sabor amargo, pois dei tudo o que podia dar e por isso estou orgulhoso da carreira que construí.

11CO: A RTP batia recordes de audiência sempre que o Cândido discutia a vitória até ao fim. Sentia esse apoio do povo? Sentia que era o ciclista português mais bem acarinhado por parte dos portugueses?

CB: Sim, sem dúvida que sentia o apoio e carinho dos portugueses. Foi essa motivação extra que me fez chegar tão longe.

11CO: Considera que este ano a Volta está mais pobre sem a presença de nenhuma equipa da Protour (escalão máximo) na corrida?

CB: Não, até porque o que faz uma Volta a Portugal estar mais desfalcada, na minha opinião é a ausência de referencias nacionais que estão a correr além fronteiras, como por exemplo o Rui Costa, André Cardoso o Manuel Cardoso, entre outros.

11CO: Como vê uma Volta a Portugal dominada por equipas estrangeiras?

CB: Vejo a volta a perder audiência por não ter portugueses a disputarem etapas e até mesmo a geral. O povo português e eu próprio gostamos de torcer e ver a Volta para que vença um português.

11CO: Quem acha que são os favoritos a vencer a Volta a Portugal este ano? Qual considera ser a equipa mais forte?

CB: Na minha opinião a Volta este Ano poderá, entre as equipas portuguesas, ser disputada entre Nuno Ribeiro, David Blanco e o Ricardo Mestre. No que diz respeito às equipas estrangeiras, poderemos ter surpresas. A equipa mais forte, considero ser a equipa do Efapel.

11CO: Este ano a Volta não tem a etapa com a chegada ao Alto da Nossa Senhora da Assunção. Como vê isso?

CB: Lamento, pois a mesma já era uma chegada mítica da Volta a Portugal, mas acredito que a organização terá tido motivos fortes, para não a incluir.


Obrigado Cândido Barbosa.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

74ª Volta a Portugal :: Prólogo


Polémica no Prólogo da 74ª Volta a Portugal

O ciclista sul-africano Reinardt Van Rensburg (MTN-Qhubeka) é primeiro líder da 74.ª Volta a Portugal, ao vencer o prólogo de 2,2 quilómetros em Castelo Branco.
O sul-africano gastou 2.48,744 minutos para concluir o percurso, menos 0,02 segundos do que o português Hugo Sabido (LA Alumínios/Antarte) e 1,393 do que José Gonçalves (Onda).

Empatados com os mesmos 02.48 minutos, Reinardt Van Rensburg e Hugo Sabido, o português acabou por ser derrotado por milésimos de segundo. O cronómetro decidiu em favor do ciclista da MTN Qhubeka, para descontentamento de Hugo Sabido que garantia que o seu conta-quilómetros marcava um tempo inferior ao dado pela empresa responsável pelos tempos, que é gerida pelo diretor desportivo da Efapel-Glassdrive, Carlos Pereira. 

Foi apresentada uma queixa ao colégio de comissários que acompanha a Volta a Portugal, com recurso a uma fotografia da imagem televisiva e a própria bicicleta do ciclista da LA-Antarte, e depois de algum tempo de espera, a decisão manteve-se: era Van Rensburg o vencedor do prólogo e, portanto, o primeiro camisola amarela. 

O vencedor de 2011, o português Ricardo Mestre (Carmin/Prio), foi apenas 42.º, ao gastar 2.59,658 minutos, ficando a uma posição do espanhol David Blanco (Efapel/Glassdrive), quadruplo vencedor da prova lusa, que correu os 2,2 quilómetros em menos 0,072 segundos.

Classificação:

1. Reinardt Van Rensburg, Afs (MTN Qhubeka), 02.48 minutos.
(média: 47.143 km/h).
2. Hugo Sabido, Por (LA-Antarte), m.t.
4. José Gonçalves, Por (Onda), a 02 segundos.
4. Boy Van Poppel, Hol (United Healthcare), a 03.
5. Dmitry Sokolov, Rus (Lokosphinx), a 04.
6. Rafael Reis, Por (Seleção Portuguesa), a 05.
7. Samuel Caldeira, Por (Carmim-Prio), m.t.
8. Edgar Pinto, Por (LA-Antarte), a 06. 
9. Sérgio Sousa, Por (Efapel-Glassdrive), m.t
10. Bradley White, EUA (United Healthcare), a 07.
(...)
28. Daniel Silva, Por (Onda), a 10.
30. José Mendes, Por (LA-Antarte), m.t.
41. David Blanco, Esp (Efapel-Glassdrive), a 11.
42. Ricardo Mestre, Por (Carmim-Prio), m.t. 
54. Sérgio Ribeiro, Por (Efapel-Glassdrive), a 13.
55. João Cabreira, Por (Onda), m.t.
65. Rui Sousa, Por (Efapel-Glassdrive), a 14.
99. Nuno Ribeiro, Por (Efapel-Glassdrive), a 17.

Classificação geral por equipas:
1. LA-Antarte, 08.37 minutos.
2. MTN Qhubeka, a 04 segundos.
3. United Healthcare, a 05.

Classificação geral por pontos:
1. Reinardt Van Rensburg, Afs (MTN Qhubeka), 10 pts.
2. Hugo Sabido, Por (LA-Antarte), 08.
3. José Gonçalves, Por (Onda), 06.

Classificação da juventude:
1. Reinardt Van Rensburg, Afs (MTN Qhubeka).
2. José Gonçalves, Por (Onda).
3. Rafael Reis, Por (Seleção Portuguesa).

sábado, 11 de agosto de 2012

Benfica vs Fortuna Düsseldorf: Christian Fischer simulou ter desmaiado. Triste cena de teatro.


O jogo amigável entre o Benfica e o Fortuna Düsseldorf acabou quando o árbitro caiu no chão por uma suposta agressão de Luisão. Aos 37 minutos um jogador da equipa adversária insultou Javi Garcia. Este, por sua vez, retribuiu os insultos e o árbitro mostrou cartão amarelo apenas ao jogador do Benfica. Aos 39 minutos Javi faz um corte limpo, adiantando-se ao jogador adversário e chutando apenas a bola. O árbitro viu aquilo que não existiu: uma entrada por trás de Javi. Puxando pelo cartão amarelo (segundo) direccionava-se em direcção a Javi quando Luisão vendo a injustiça que estava a ser praticada para com o colega de equipa se dirigiu ao árbitro e lhe encostou o peito. O árbitro atirou-se para o chão como se estivesse inanimado. Depois de algum tempo de "teatro", voltou a dar sinais de vida, foi assistido, chamou os seus assistentes e foram todos embora. O jogo acabou antes do intervalo. Uma vergonha o que este árbitro protagonizou. Uma arbitragem com simulações tristes e infelizes. Os jogadores e responsáveis do Benfica riam-se do sucedido e não era caso para menos. O Benfica alinhou com Artur, Maxi, Luisão, Garay, Melgarejo, Javi García, Carlos Martins, Enzo Pérez, Ola John, Saviola e Cardozo.
O Benfica já se pronunciou no facebook afirmando: “O jogo entre o Fortuna Düsseldorf e o Sport Lisboa e Benfica foi interrompido e posteriormente cancelado devido a uma lamentável cena de teatro do árbitro alemão, Christian Fischer.”
O incidente protagonizado por Luisão no jogo particular do Benfica, em Dusseldorf, poderá trazer consequências para o capitão dos encarnados a nível internacional, com a suspensão nos jogos da Liga dos Campeões como efeito mais provável. Segundo Pedro Henriques, especialista em arbitragem, a situação em causa não deverá ter efeitos nas competições nacionais, mas, dependendo do que o árbitro escrever, será tratado a nível das federações, e chegando provavelmente às competições da UEFA, conforme os regulamentos internacionais. «Tudo vai depender das palavras que o árbitro escolher para o relatório, mas numa situação destas a suspensão em provas internacionais é o desfecho mais provável», adianta o antigo árbitro.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Eis a 1ª medalha para Portugal nos Jogos Olímpicos de Londres



Os canoistas Fernando Pimenta e Emanuel Silva conquistaram a medalha de prata, e primeira para Portugal, na final da prova K2 1000 metros de canoagem dos Jogos Olímpicos de Londres.

A dupla lusa gastou 3.09,699 minutos e foi apenas batido pelos húngaros Rudolf Dombi e Roland Kokeny (3.09,646), que conquistaram o ouro.
Na terceira posição ficaram os alemães Martin Holstein e Andreas Ihle, em 3.10,117 minutos.


quarta-feira, 25 de julho de 2012

Ligas Nacionais têm novos salários mínimos


A Liga Portugal e o Sindicato de Jogadores encontram-se a negociar um novo Contrato Coletivo de Trabalho. O documento prevê, acima de tudo, uma adequação à atual conjuntura económico-financeira do país. 

Nele, por exemplo, estão revistos em baixa os salários mínimo a praticar em cada um dos escalões nacionais.

A partir de agora, e com uma duração prevista de duas temporadas, os futebolistas de cada divisão terão os valores do salário mínimo cifrados nas seguintes quantias: 

I Liga: 1455 euros (valor mantém-se);
II Liga: 848,75 euros (1212, 50€ era o valor anterior);
II Divisão: 727,50 euros (950€)
III Divisão: 606,25 euros (727,50€). 

O anúncio foi feito em conferência de imprensa por Mário Figueiredo e Joaquim Evangelista, presidentes da Liga e do Sindicato, respetivamente, em conferência de imprensa. 

Apesar desta redução substancial nos salários mínimos, as instituições recusam qualquer «paralelismo com a troika». «Este acordo é excecional. Vigorará para os contratos assinados a partir de agora e estará ativo por duas épocas. Ninguém vê goradas as expetativas. Nenhum atleta com contrato já em vigor vai ser penalizado», referiu Joaquim Evangelista. 

Mário Figueiredo afinou pelo mesmo tom. «Esta é uma solução e que ajuda a permitir a sustentabilidade dos clubes, mormente os da II Liga que revelam um défice de tesouraria acumulado, por causa também do grande peso salarial».

domingo, 22 de julho de 2012

Os problemas continuam

Depois de vários milhões gastos e de várias contratações/regressos (Martins, Roderick, Hugo Vieira, Melgarejo, Michel, Kardec, Luisinho, Paulo Lopes, Ola John, Mora e Enzo) o Benfica continua com os mesmos problemas da época passada: sem defesa esquerdo e sem substituto para Maxi. Luisinho até esteve bem no jogo contra o PSV, mas Melgarejo nunca convenceu em nenhum jogo. Quando JJ vem a público dizer que tem confiança em Melgarejo isso vale zero. Era a mesma confiança que tinha em Emerson. Melgarejo é bom na linha de meio campo para a frente e é aí que pode evoluir. Mas a concorrência é muita. Da linha de meio campo para trás é péssimo.
Em relação a Maxi, desde que este chegou ao Benfica nunca teve ninguém que lhe fizesse sombra... Surreal. Será muito difícil perceber que Cancelo da equipa B joga que se farta e que poderia continuar na equipa B para evoluir e ser chamado à equipa principal para desempenhar o papel de Maxi quando este estourar? O Benfica só contrata avançados e não sabe o que fazer com todos eles. Mora e Kardec notam-se que estão a mais. Para mim Djaniny é melhor que estes dois. Saviola já deu o que tinha a dar. Hugo Vieira está tapado... A equipa B era a melhor opção. E para quê tanto interesse em contratar extremos se na equipa B está lá Ivan Cavaleiro (neste momento faz exibições melhores que Yannick e que este Gaitán que saiu melhor que a encomenda)? Este Benfica anda doente e só pensa em estourar dinheiro. LFV vai sempre na conversa do JJ e dá-lhe tudo o que ele quer. Depois de duas épocas de fracasso JJ não deveria ter a autoridade de pedir tudo o que lhe apetece.

Benfica é a equipa mais portuguesa


"Ai e tal o Benfica é só estrangeiros". Pois bem, dos 3 grandes o Benfica é (só) a equipa mais portuguesa. Jorge Jesus conta com oito jogadores lusos: Mika, Paulo Lopes, Miguel Vítor, Luisinho, Yannick, Carlos Martins, Nelson Oliveira e Hugo Vieira.
O Sporting tem sete portugueses no seu plantel esta época (+1 que a época anterior): Rui Patrício, Daniel Carriço, Pereirinha, Cédric, Adrien, André Martins e Wilson Eduardo. 
Quanto ao FC Porto, tem seis portugueses no grupo: Sereno, Emídio Rafael, Miguel Lopes, João Moutinho, Castro e Silvestre Varela. Na temporada passada eram cinco.

O Porto arrisca-se a ter apenas 1 português no onze titular (Moutinho), o Benfica 2 (Luisinho e Carlos Martins) e o Sporting 3 (Rui Patrício, Cédric e André Martins).

terça-feira, 17 de julho de 2012

Quem é o Axel Lambert?

Quem é o Axel Lambert? É o irmão gémeo de Axel Witsel. 
No jogo de preparação entre o Benfica e o Lille, surgiu um novo reforço na equipa encarnada: Axel Lambert. Com o nº 28 nas costas mostrou estar ao mesmo nível de Axel Witsel. Axel Lambert, o novo reforço encarnado, chegou certamente para substituir Axel Witsel, visto que o médio belga tem sido associado aos maiores clubes europeus e é aquele que maior retorno financeiro pode dar ao emblema da águia.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Ziegler já é do Benfica. AC Milan ficou furioso


De acordo com a imprensa italiana Ziegler já é do Benfica. Os encarnados pagaram 2,5 milhões de euros à Juventus pelo passe do internacional suíço de 26 anos. Esta contratação criou mal estar ao AC Milan porque os rossoneri estavam a estudar a cedência de Taiwo ao Benfica e, assim, ficou afastada a hipótese do nigeriano reforçar os encarnados. 

No meio disto tudo fico feliz pelo Taiwo não ter sido o escolhido, porque ele não será bem-vindo no Benfica. Quando escolheu o AC Milan em detrimento do SL Benfica pelo Benfica ser uma equipa qualquer, assinou a sua sentença.

Rolando no AC Milan. Dídac Vilà no FC Porto.


Rolando está a um passo do AC Milan. O clube italiano fez uma proposta de 8 milhões de euros pelo central portista, incluindo ainda o passe do espanhol Dídac Vilà. Esta proposta foi recebida com agrado por parte da SAD azul e branca que se prepara para realizar um importante encaixe financeiro por um jogador bastante limitado e sobre-avaliado. O lateral esquerdo Dídac Vilà que se sagrou campeão no europeu sub-21 já foi associado ao Benfica, mas o seu destino deverá passar pelo Dragão. 

domingo, 15 de julho de 2012

Quando é que as transmissões da Benfica TV vão melhorar?


O Benfica venceu o FC RM Hamm Benfica do Luxemburgo por 3-0 (golos de Maxi, Cardozo e Nolito). JJ começa a surpreender cada vez mais. Teve a proeza de começar um jogo com 7 jogadores de caraterísticas ofensivas: Melgarejo, Yannick, Enzo, Martins, Ola John, Kardec e Hugo Vieira, sendo os 2 primeiros adaptados a defesa esquerdo e defesa direito respetivamente. 

Em relação à transmissão do jogo foi uma desgraça mais uma vez... Sempre que a bola estava no lado oposto ao das câmaras era preciso uns binóculos. Mesmo os próprios comentadores não conseguiam identificar os jogadores. Uma vergonha. E no fim da transmissão ter 2 indivíduos a conversarem em frente a uma câmara com o moço de recados a passar por trás também é top. 

É nestas condições miseráveis que o Benfica alguma vez tencionou transmitir os jogos da 1ª liga? Não sou adepto da Sport TV, muito longe disso, mas ver um jogo nestas condições pouco melhor é que ouvir o relato.

sábado, 14 de julho de 2012

SL Benfica 2-0 Marselha :: Benfica sufocou equipa francesa (vídeo)


Favorito para este jogo, o Benfica resolveu decidi-lo à bomba. Cardozo na 1ª parte de penalti e Carlos Martins na 2ª parte fora da área fizeram abanar o fundo das redes da equipa francesa. O Benfica este ano decidiu fazer uma pré-época contra adversários que sabem o que é uma bola (o não passado o 1º jogo foi contra a colossal seleção do Friburgo), ou pelo menos deveriam saber, pois na prática esta equipa do Marselha pouco ou nada fez. Mas nem tudo foi um conto de fadas. Gaitán continua a desiludir e já devia ter sido corrido “à padrada”. Kardec continua com o mesmo estilo de bailarina.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Benfica recebeu perto de 20 milhões de euros e o FC Porto ultrapassou os 12 milhões em prémios da UEFA pelas participações na Liga dos Campeões


De acordo com a informação publicada na página oficial da UEFA na Internet, o Benfica encaixou 19,757 milhões de euros e o FC Porto 12,394 milhões, uma diferença de quase 7,5 milhões de euros que se explica principalmente pelo diferente desempenho das duas equipas portuguesas na prova.

Os lisboetas atingiram os quartos-de-final, nos quais foram eliminados pelo Chelsea, vencedor da competição e o maior beneficiado pelos prémios da UEFA (59,935 milhões de euros), enquanto os portuenses ficaram-se pela fase de grupos.

Ao valor fixo de participação e por cada jogo disputado na "Champions" (3,9 e 3,3 milhões de euros, respectivamente), igual para as duas equipas, o Benfica somou mais 3,6 milhões de euros pelos resultados obtidos no grupo C, que ganhou com três vitórias e três empates, além dos prémios pela qualificação para os 16 avos de final (três milhões de euros) e para os "quartos" (3,3 milhões de euros).

O FC Porto teve um desempenho pior no grupo G, falhando o apuramento para a fase a eliminar ao terminar no terceiro lugar, com duas vitórias e igual número de empates e derrotas, que lhe renderam 2,4 milhões de euros em prémios da UEFA.

O bicampeão nacional apenas superou o "rival" lisboeta em matéria de valores referentes aos direitos televisivos, tendo recebido da UEFA 2,794 milhões de euros contra 2,657 milhões de euros dos "encarnados".

O Chelsea, que venceu o Bayern de Munique na final, foi a equipa que encaixou mais dinheiro em prémios de participação e desempenho, com um total de 59,935 milhões de euros, nove milhões dos quais referentes ao triunfo no jogo decisivo, em Munique, à frente dos alemães, que receberam 41,730 milhões de euros.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Primeiro um indiano, agora um chinês. Sporting vira-se para o mercado asiático

O indiano Sunil Chhetri já se estreou às ordens de Oceano Cruz e José Domínguez nos trabalhos da equipa B do Sporting. Além de Chhetri, o duo de técnicos contou ainda com a participação de mais 20 atletas, entre os quais o jovem chinês Ruan Yang, que está à experiência no emblema de Alvalade.
Agora vão vir charters não só da Índia como também da China. Paulo Futre é que tinha razão. É um visionário. Merece ter uma licenciatura de um ano.

FC Porto :: Equipamentos Oficiais 2012/13

O FC Porto divulgou através da rede social Facebook, os equipamentos para a nova temporada. No uniforme principal, que mantém as tradicionais listas verticais, verifica-se agora uma maior espaço ocupado pelo branco. O alternativo também usa lista, mas na horizontal, em tons de roxo.

Euro Sub-19 Feminino: Outra vez a Espanha

Esta foi a primeira vez que a seleção nacional participou na prova. Realizada em Antalya, Turquia, a seleção portuguesa caiu nas meias-finais, ao minuto 87, frente à favorita Espanha. O único golo da partida foi apontado por Raquel Pinel.
A Espanha foi claramente mais forte durante o jogo todo, teve mais posse de bola, mais remates mas, enormes dificuldades na finalização. E porquê? Porque na baliza estava uma guarda-redes que defendeu que se fartou. Bárbara Santos defendeu tudo o que havia para defender à exceção do remate que acabou por ditar o resultado final, em que nada poderia fazer nesse lance. Fez uma enorme exibição, ao nível das melhores exibições, algumas vezes vistas, a nível mundial.
Portugal alinhou com: Bárbara Santos, Mónica Mendes, Mariane Amaro (Stefanie Barcelos 90+2m), Vanessa Rodrigues, Matilde Fidalgo, Mélissa Gomes, Vanessa Malho, Jéssica Silva, Rita Fontemanha (Fátima Pinto 77m), Micas (Diana Silva 55m), Anaís de Oliveira.

Portugal ficou-se assim pelas meias-finais na primeira participação na prova. A Espanha vai jogar contra a Suécia na final. 

Fica o vídeo com os principais lances do jogo. 
Parabéns Meninas!!! 

quarta-feira, 4 de julho de 2012

JJ preferiu Ola John em detrimento de Taison

Para precaver uma eventual saída do extremo argentino Nico Gaitán, o Benfica desde cedo se lançou na aquisição de um substituto à altura. Vários nomes foram colocados em cima da mesa, mas apenas dois pareciam ser as apostas mais fortes: Ola John (Twente) e Taison (Metalist). Luís Filipe Vieira deu conta das intenções de Jorge Jesus mas só um deles poderia ser contratado devido ao elevado investimento que teria de ser feito. JJ preferiu Ola John e o Benfica passou à ação, garantindo-o logo no começo da abertura do mercado de transferências. JJ tinha ficado deslumbrado com as atuações de Taison frente ao Sporting. Taison foi considerado em 2011 a melhor contratação do campeonato ucraniano mas nem isso fez com que fosse a prioridade nº1. Um dos pontos que mais fez influenciar a escolha foi a idade (Ola John é mais novo 4 anos) o que daria mais espaço de manobra para limar um diamante em bruto.